25.1.17

Recomeçamos





«Biltres! Carrascos!
Mestres torturadores a soldo de príncipes!
Não compreendeis
Ao aquecerdes as vossas tenazes sobre as brasas?
Eu sou um asno!
Com o coração e o grito de um asno!
Nunca me renderei»!

Recomeçamos. Não nos rendemos.

Lars Gustafsson - A morte de um apicultor.
Ed. Asa 1992 trad. Ana Diniz

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by email