28.1.17

as mãos e os frutos




Homenagem


Pelo sonho é que vamos


Pelo sonho é que vamos,
comovidos e mudos.

Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.

Basta a fé no que temos.
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e ao que é do dia a dia.

Chegamos? Não chegamos?
- Partimos. Vamos. Somos.

Sebastião da Gama (1924 — 1952) 

poeta, professor, fundador da Liga para a Protecção da Natureza. 

O seu Diário, editado em 1958, é um interessantíssimo testemunho da sua experiência como docente e uma excelente reflexão sobre o ensino.


Sebastião Artur Cardoso da Gama
(Vila Nogueira de Azeitão, 10 de abril de 1924 — Lisboa, 7 de fevereiro de 1952)


27.1.17

blue is the colour




"Maybe the past is like an anchor holding us back. 
Maybe, you have to let go of who you were 
to become who you will be."

Anchors Away ; Carrie Bradshaw




25.1.17

Recomeçamos





«Biltres! Carrascos!
Mestres torturadores a soldo de príncipes!
Não compreendeis
Ao aquecerdes as vossas tenazes sobre as brasas?
Eu sou um asno!
Com o coração e o grito de um asno!
Nunca me renderei»!

Recomeçamos. Não nos rendemos.

Lars Gustafsson - A morte de um apicultor.
Ed. Asa 1992 trad. Ana Diniz

Follow by email